Por Popular Airsoft

Em 23 de março de 2017, a mítica marca Kalashnikov entrou com uma ação no Tribunal de Arbitragem da República Udmurt (Rússia) contra o fabricante Cybergun, exigindo que a companhia francesa de Airsoft reconhecesse os seus direitos aos rótulos “Калашников” e “Kalashnikov” como parte de marcas e marcas registradas, o direito de usar o nome de MT Kalashnikov em atividades económicas, bem como declarar que o uso das marcas registradas Kalashnikov pela Cybergun como sendo ilegal.

De acordo com a RAPSI – Agência de Informações Jurídicas da Rússia – em 5 de março de 2018 o tribunal decidiu não continuar com a ação, embora não tenha indicado o motivo da decisão.

Fontes citam que ambas as empresas pretendiam resolver a disputa em termos mutuamente aceitáveis ​​em meados de abril de 2017. Entretanto, a Kalashnikov Concern e a Cybergun pediram mais tempo para divulgar os detalhes do acordo, parecendo agora que finalmente conseguiram, e que desta forma o Tribunal de Arbitragem concordou e determinou que a ação não vai prosseguir.

Relativamente ao valor do acordo, não houve anúncio oficial de nenhuma das empresas.

Irá a Cybergun continuar a ter licença exclusiva para usar o nome “Kalashnikov” nos seus produtos de Airsoft, uma vez que a Kalashnikov Concern tem estado a trabalhar tão arduamente para proteger sua propriedade intelectual, não só no Airsoft mas também em outras áreas de negócio?

Só o tempo dirá!

Anúncios