Por Nuno “Stuntman” Tavares. Fotos de Pedro “Zenshi” Mehá e Emanoel Nascimento

Começando por agradecer a todos os jogadores presentes, e sem ter ainda a contabilização final dos mesmo, tendo em conta as desistências comunicadas e as não comparências sem aviso, crê-se terem estado perto de 150 jogadores presentes em Valderde, Évora, no evento organizado pela equipa HOT.

16640831_396993237320842_8895996699759856986_n

Oriundos do Algarve, Centro e Norte de Portugal, mas também da Madeira e dos Açores, e até mesmo uma equipa oriunda espanhola de Badajoz.

E foram os jogadores que fizeram o jogo e um fim de semana de grandes momentos de Airsoft, também com as doações para a instituição Pão e Paz. Os bens doados “farão a diferença para melhor em famílias carenciadas em Évora”, foram as palavras do Dr. Melo Breyner, representante da instituição visada.

Ressalva-se como pontos negativos o fraco desenrolar dos jogos, de missões e de regras que, embora faladas, nem sempre foram cumpridas, como foi o caso dos respawns mistos. O uso das viaturas também não correu da melhor forma. A equipa organizadora lamenta estas e outras falhas.

16880906_1634445316863541_495935183_o

Por outro lado, os bens doados, a presença dos jogadores, a quase ausência de casos em jogo, a entrega dos jogadores e das equipas, o convívio, o respeito e o fair-play foram tudo aspetos positivos.

E o El Mariachi, aparentemente, não foi capturado!

16830444_1634448603529879_1954854108_n

Restam ainda os agradecimentos ao Senhor Luís Barahona Passanha e sua família, pelo continuado apoio e confiança aos HOT, na cedência gratuita das várias herdades para a prática de Airsoft, bem como uma palavra de cordialidade à GNR de Évora, presente neste e em tantos outros eventos promovidos pela mesma equipa.

16880068_1634445313530208_378935184_o

Anúncios