Por Telmo Fonseca

Porque a proteção ocular é a regra de ouro do Airsoft, neste artigo decidimos começar por cima e trazer aos nossos leitores uma das melhores opções no mercado em óculos balísticos. Os Bollé Tactical Assault transpiram qualidade e surpreendem em todas as frentes, sendo difícil apontar-lhes um único defeito.

img_2291

Existe uma certificação NATO denominada de STANAG (Standardization Agreement), adoptada por todos os membros do Tratado, e que visa a adoção de práticas comuns a todos esses países no que refere a processos, termos e condições de equipamento militar ou procedimentos táticos, conferindo desde logo à proteção balística analisada neste texto um indiscutível selo de qualidade e exigência. Além da certificação STANAG 2920 (referente ao nível de protecção balística), os Bollé Tactical Assault detêm ainda a certificação comunitária EN-172, referente a protecção individual dos olhos e filtro de protecção solar.

Ou seja, estamos perante um produto profissional, para pessoas exigentes, e que assegura a máxima proteção contra qualquer evento, mais concretamente com um nível de proteção balística V-50 de 670,3 km/h (186,2 m/s). As suas lentes de alta resistência são fabricadas em policarbonato balístico, tendo ainda tratamento anti risco e anti embaciamento, factos que pude já comprovar através da utilização bastante exigente a que as submeti.

A armação em nylon flexível e confortável, e o seu design arrojado permitem um elevado nível de proteção, ao envolver os olhos de forma competente, não deixando contudo de ter um aspecto geral atrativo. Juntamente com as hastes flexíveis de nylon e PVC, o conjunto tem um peso total de 28 gramas e, graças às engenhosas soluções antideslizantes como as adotadas na ponte e nas tiras da haste, os Bollé Tactical Assault além de garantirem a segurança, proporcionam ainda um conforto excepcional.

Estes óculos são tão leves e flexíveis que acabamos por nem dar por eles, adaptando-se ao inclusivamente ao formato das têmporas, algo que dá muito jeito com a utilização de capacetes com correias, mas podem acabar por cair da cara com movimentos demasiado bruscos. Os únicos defeitos que lhes consigo apontar são a falta de rigidez do conjunto e o preço demasiado elevado.

Utilizei-os não só em jogo num dia de bastante calor, onde não deram sinais de embaciamento, mas decidi também levar a análise a um nível ainda mais exigente, circulando num motociclo durante algumas horas, e onde apenas se começaram a tornar incomodativos a velocidades a partir dos 120 km/h. Foi o teste mais exigente que lhes podia fazer. Efetuei ainda vários disparos a curta distância, não tendo ficado qualquer marca nas resistentes lentes.

img_2277

Os Bollé Tactical Assault estão disponíveis em 3 versões, os Smoke (lente escura, utilizados nesta análise), os ESP (lente translúcida) e os Twiligth (lente fumada), são fornecidos com uma caixa individual de transporte e uma bolsa em microfibra, e distribuídos pela Nautipeniche, que teve a amabilidade de nos ceder uns para análise.

img_2272

Anúncios